A Gibson Les Paul é a guitarra mais icônica e reconhecível da história do rock – talvez empatando apenas com a Fender Stratocaster. Jimmy Page, Slash e Gary Moore são alguns dos guitarristas que fizeram a fama do instrumento. Famosa por seu som quente, cheio e sustain praticamente infinito, a Les Paul ainda é uma das guitarras mais amadas e desejadas pelos músicos de todo o mundo. Mas você realmente acha que sabe tudo sobre ela?

A Les Paul foi a primeira guitarra de corpo sólido produzida pela Gibson

De fato, a Les Paul foi a primeira guitarra Solid Body produzida pela Gibson. Ela estreou no mercado em 1952 e, na época, ainda vinha equipada com captadores de bobina única (mais precisamente, os P90).

Les Paul (Lester Polfus), conhecido guitarrista, insistiu muito com a Gibson para produzir em massa o modelo. Contudo, a marca só ficou convencida muito tempo depois, graças ao sucesso da Fender Broadcaster.

Espessura e dimensões do corpo

O corpo da Les Paul não foi projetado como o conhecemos hoje. Inicialmente, o formato esperado era o das guitarras semi-acústicas (muito mais volumosas), mas, após alguns testes, ficou claro que o peso seria muito grande. Dessa forma, decidiu-se reduzir o corpo e, consequentemente, o peso da guitarra. Você consegue imaginar uma Les Paul com o dobro do tamanho e pesando cerca de 8 kg?! Haja coluna vertebral!

Preço de lançamento

Uma Les Paul Goldtop era vendida por cerca de US$ 210,00 em 1952. Se pensarmos no valor atual dos instrumentos pertencentes àquela época, não parece ser uma despesa grande. Lembre-se, porém, que a renda mensal média de um cidadão dos EUA era de cerca de US$ 265,00.

Captadores P.A.F

Os captadores de bobina dupla (para suprimir o zumbido, ou seja, os humbuckers) foram projetados por Seth Lover em meados da década de 1950 e registrados como “Patente Solicitada” (Patent Applied For).

A safra de ouro das guitarras Les Paul: 1958-1960

A clássica Les Paul com dois humbuckers, hoje conhecida como Les Paul Standard, foi lançada no mercado em 1958. Custava cerca de US $ 250,00 e seu sucesso foi imediato. Cerca de 1712 guitarras foram construídas de 1958 a 1960 (número pífio em relação ao produzido atualmente pela marca).

A crise: 1961 – 1967

Difícil de acreditar: depois de um bom começo, as vendas das Les Pauls entraram em colapso e a Gibson foi obrigada a parar sua produção. Até meados dos anos 60, o instrumento não era mais requisitado, até que bandas britânicas famosas, como Cream e Rolling Stones, começaram a usá-la e torná-la popular novamente.

Les Paul – SG

A Gibson SG é considerada uma evolução da Les Paul original. Durante os dois primeiros anos de produção, a guitarra foi simplesmente chamada de Les Paul SG. Não satisfeito ao ver seu nome associado a um instrumento tão “feio e deselegante”, Lester Polfus pressionou a Gibson a mudar seu nome e remover a expressão ‘Les Paul’. Deve ser por causa dos dois “chifres“, né?


#Tag:
Gibson

Sobre o Autor

Guitarra Club

Bem-vindo ao Guitarra Club, um blog para os apaixonados pelo mundo dos instrumentos de cordas. Dicas, notícias e testes para guitarra, baixo e outros.

Ver Todos os Artigos