Violão ou guitarra? Devo aprender violão primeiro para depois comprar uma guitarra? Será que posso começar diretamente pela guitarra? Quem toca violão toca guitarra? Salve-me, Jesus Cristinho!!

As dúvidas são muitas, as respostas nem tantas – embora as opiniões sejam as mais variadas possível (pesquisa no Google). Para encurtar – porque eu sei que existem muitos ansiosos assim como eu -, você pode começar aprendendo a tocar violão (seja de nylon ou de cordas de aço) ou guitarra.

– Tanto faz?

– Tanto faz. A escolha é sua.

– Mas que resposta é essa!? Quer dizer que não existe uma sequência lógica para aprender?

– Não. Escolha a sua arma e vá para a batalha. Simples assim. Mas, é claro, eu tenho algumas dicas para você, jovem gafanhoto.

Qual escolher: violão ou guitarra?

Como escolher entre violão e guitarra? Existem muitos tipos de violão e muitos tipos de guitarra, cada tipo é mais ou menos adequado para tocar diferentes gêneros de maneiras e estilos diferentes; em alguns casos, são diferenças irrisórias na forma e aparência, e não na substância, mas as diferenças podem se tornar realmente importantes ao ponte em que dois instrumentos, apesar de serem duas guitarras, são instrumentos quase diferentes.

A mesma diferença entre uma guitarra elétrica e um violão clássico ocorre entre um teclado e um piano de cauda.

Então, aprender violão ou guitarra? Bem, a resposta é trivial, você deve escolher o que gosta mais. Qual é o seu gênero musical favorito? Quem é o seu artista favorito? Ele costuma tocar violão ou guitarra? Quando você se imagina tocando, qual instrumento aparece na sua mente? Responda essas perguntas e descubra se você deve começar pelo violão ou pela guitarra.

Vamos facilitar ainda mais a sua decisão.

Podemos dividir o tópico em três partes:

  • Violão clássico (cordas de Nylon)
  • Violão com cordas de aço
  • Guitarra

O violão clássico nasceu na Espanha em meados do século XIX. Atualmente usa cordas de nylon e é usado principalmente na música clássica, música popular espanhola e latino-americana (MPB, por exemplo). É um instrumento bastante especializado e não muito versátil (não tanto quanto uma guitarra, ao menos). Os modelos de violão clássico mais econômicos tendem a ter pouco volume, embora tenham melhorado muito em relação ao passado. O braço e a escala são mais largos e planos. Na minha opinião, não é a melhor maneira de aprender a tocar acordes – a sua mão sofrerá mais por ter que se esticar mais. Mas isso pode ser um ponto positivo, visto que se você se acostumar com o espaçamento e com a ginástica para alcançar certos acordes, uma guitarra parecerá brinquedo de criança.

O violão com cordas de aço nasceu nos Estados Unidos em 1919. É considerado um instrumento bastante flexível por ter encontrado espaço em muitos gêneros musicais. Tem muito volume e se presta a tocar tanto com a palheta quanto com os dedos. Pode ser o violão certo para quem quer aprender a acompanhar músicas, ainda mais em tempos de Sertanejo em alta.

A guitarra elétrica (corpo sólido) nasceu – na verdade se popularizou – nos EUA nos anos 50. O instrumento de corpo sólido foi criado para eliminar o feedback das primeiras guitarras de corpo oco que foram amplificadas com transdutores magnéticos (captadores) no início dos anos 30. Com um corpo sólido, volumes mais altos podiam ser obtidos sem correr o risco de feedback. Por esse e outros motivos, a guitarra tornou-se o principal instrumento da música popular moderna a partir dos anos 50 e ajudou a fundar o rock e suas mais diversas encarnações.


Agora é contigo! Escolha sem pressa e comece a sua jornada pelo mundo das cordas. Garanto que será uma aventura épica. Boa sorte.

Para saber mais:

#Tag:
Violão

Sobre o Autor

Guitarra Club

Bem-vindo ao Guitarra Club, um blog para os apaixonados pelo mundo dos instrumentos de cordas. Dicas, notícias e testes para guitarra, baixo e outros.

Ver Todos os Artigos